RETROSPECTIVA 2020 (os dois meses e meio antes da Pandemia chegar)

 RETROSPECTIVA 2020  (janeiro,fevereiro e 1/2março) - algumproblemada tecnologia tudoestá grifado em vermelho ????)

INTRODUÇÃO

Esta vai ser uma retrospectiva diferente como foi diferente este ano de 2020. Foi um ano anômalo, em que tudo o que se planejou não se realizou. Tivemos o inesperado modificando a nossa realidade interrompendo nossos planos, trazendo medos, exigindo adaptações.

 Procurando seguir os temas das outras RETROSPECTIVAS que venho registrando em detalhes desde o ano 2000, apenas nos dois primeiros  meses e metade do terceiro: Janeiro, Fevereiro e ½ março.

SAÚDE – Começando o ano com um relatório completo de minha saúde, considerando todo os Aparelhos e Sistemas do ponto de vista anatômico e fisiológico. Estava começando o ano e para servir de referência quando algumas diferenças certamente apareceriam com o decorrer do ano.

Por conta de consulta agendada na GERIATRIA do HC fiz um exame de sangue porque já tinha a filipeta de agendamento seria referência para a consulta de 30 de janeiro.  Levei o meu relatório e a anamnese ficou praticamente considerada.  Nada de diferente depois da consulta geral.

Por conta da deficiência auditiva tenho acompanhamento na REOUVIR HC que funciona em um espaço fora do complexo.  fui atendida para uma prótese auditiva de moderna tecnologia a que tinha direito porque a antiga já tinha 13 anos de uso. Audiometria e outros exames protocolados.  Pedido de uma prótese de última geração que ficou prometida para o tempo necessário. Tudo pelo SUS.

Consulta anual no IMO (Instituto de Moléstias Oculares) único exame que faço fora do SUS, mas pelo SINAM. Eu e Flavio vamos junto.  O resultado do meu exame foi o que se espera com a passagem dos anos:  acomodação da passagem claro-escuro mais demorada (pupila mais lenta provavelmente porque os músculos que a movimentam estão mais cansados). Excesso de claridade incomoda cada vez mais. Dificuldade de perceber relevos o que é fator de risco necessitando de muito mais atenção principalmente no andar.  Os graus para leitura continuam os mesmos

Consulta (27/02) no Instituto de Psiquiatria do HC no projeto LIM 27 e atendimento pelos “meus” psiquiatras de plantão Marco e Júlia

Quando fico muito tempo no computador ou leio muito, meus olhos já começam a cansar. Preciso passar um tempo de olhos fechados para um descanso.

ATIVIDADES DOMÉSTICAS

Continuo com meus afazeres domésticos comuns, cuidando da casa   durante a semana porque Doralice só vem nas terças feiras. Faço meus pestos para ter reserva com visitas inesperadas.

Começou um problema de vazamento no banheiro do ap. de baixo o 94 e eu acionei o seguro porque eu pago mensalmente (vem na fatura do condomínio) e posso adiantar que vai durar um ano.  Hoje, 08/02/2021 recebi mensagem do depósito do valor apurado.  Ufa!!!)

Uma das minhas atividades é processar salsão para fazer cubinhos para tempero em sopas e molhos.

O CATAVENTO DO FLAVIO

(Como é coisa de casa, cabe aqui)  Vi um cata-vento em um dos terraços do prédio e  pedi para o Flavio bolar  um porque aqui venta bastante. Mas, pedi coisa simples. Ele nunca faz coisa simples e montou um cata-vento na melhor forma (tenho fotos) e que funcionava muito bem. Eu tinha noção exata de ventos maiores  ou menores e de mudanças bruscas de direção. E com base pesada era seguro. Mas, foi uma época de grandes ventos e eu acabei tendo medos. Nem sei do que. Sonhava que ele saia voando por aí. E, para meu sossego pedi a ele que levasse embora.  Hoje está perto do estacionamento da casa dele e funciona. bem. Medos inexplicados.

CUIDADOS PESSOAIS

No final de janeiro na Danny para pé, mão e corte de cabelo. Uso hidratante sempre após o banho porque minha pele está mais frágil e mais seca.

ATIVIDADES PROFISSIONAIS

Começando o ano com reunião com Telma sobre o nosso trabalho agora na USP 60+ como sempre RESGATE DE MEMÓRIA AUTOBIOGRÁFICA.  Análise dos meus 18 projetos.

Começando a RETROSPECTIVA  2019 um trabalho que me ocupa quase dois meses e esta de 2019 foi no capricho mesmo, com registro até do tempo que usei para a coleta de dados. Como essa coleta de dados tem o registro manuscrito acabei com uma dor de pescoço que me incomodou bastante. A textualização é parcelada, mas nunca passa de final de fevereiro. Terminei a contextualização da Retrospectiva 2019 no final de fevereiro e fiz resumido da Retrospectiva para o Blog

Primeiros pensamentos de um trabalho sobre o prof. Renato Brolezzi, com Rafael Aidar

Resumo resumido da Retrospectiva para o Blog

No começo de março começa o curso na agora USP 60+ Curso já conhecido de RESGATE DE MEMORIA AUTOBIOGRÁFICA.

Já com a lista de participantes eu e Telma demos início como primeiro tema IDENTIDADE. Na semana seguinte o segundo tema OS SENTIDOS E A MEMÓRIA com muito material.   Em 10 de março tivemos o último encontro presencial. E ainda nas Colmeias da USP na rua do Anfiteatro e em nossa sala própria. Eu e Telma tivemos que levar muito material e ela veio até aqui para me ajudar.

LAZER

Cinema – Só pela TV. Nos primeiros meses do ano ou faz muito calor ou chove muito e por isso os deslocamentos são menores.  Cinema na TV resolve. Netflix com assinatura por um mês quando assisto o que me interessa.  DOIS PAPAS com direção de Fernando Meirelles nosso velho conhecido; O FÍSICO- do livro de Noha Gordon. O livro é bem melhor e mais completo; GRANDE HOTEL – série da Netflix que me pegou no susto e fui até o fim.   Na TV 648 Films & Arts vi ópera Tristão e Isolda na maneira especial de Ramon Genner uma apresentação da Carmen com produção de Zefirelli.

ESTUDOS – retomo meu interesse pela Casa Matarazzo, faço muita pesquisa e me envolvo  no assunto. Tenho interesse pessoal porque ela envolve memórias de minha vida e desde 2014 acompanho o empreendimento. Me liga à   Maternidade do Hospital Humberto I onde Flavio nasceu.

Quando o Encontro de Resgate termina alguém sempre me dá carona até o bloco das farmácias e pelo comprido corredor chego ao Bloco 19 para os Encontros Culturais do prof. Terron que frequento há uns 12 anos. Almoço sanduiche que levo de casa em um banco no corredor à espera das 14hs. E encontro toda a turma de pelo menos 10 anos. Não gosto muito dos filmes escolhidos, quase não participo das discussões, mas é a tarde de quarta-feira que não perco. Meus caronistas de sempre Luiz Carlos e Marlene me trazem até a Padaria Leticia, ao lado de casa.

EVENTOS

Exposição dos 500 anos de Leonardo da Vinci pelo MIS Experience. Espaço muito grande, exposição super super. Fui com o Flavio e nos deliciamos. Nunca nada igual. Comprei um catálogo e Flavio um quebra cabeça da Santa Ceia.   

Começou a se formar um grupo de EX ALUNOS DA CAMPOS SALLES e durante o pouco tempo que durou conseguiu juntar quase 100 pessoas. Muita troca de mensagens, muitos amigos resgatados e projeção para uma grande festa em abril já cogitando de agendar a Chácara .. Sempre um líder cuidava de tudo e foi um evento importante. Retomei até o contato com meu filho espanhol, Pedro Molina que foi ex aluno da CS.   Mas, não se concretizou porque a partir do mês de março.............

Evento na Prefeitura a convite de Sandra Gomes quando a direção dos Direitos Humanos dos idosos fez uma parceria com o Metrô. Muita conversa. almoço juntas e Uber de ida e volta financiado.

No auditório do INRAD do HC um evento patrocinado pela Aging 2 e Ativen do Sergio Duque Estrada sobre ECONOMIA PRATEADA – o PROTAGONISMO 60+

Palestra de Paula e Valter sempre centrada em Meio Ambiente, em um espaço aqui perto e em seguida almoço na  Padaria Leticia com Regina.

O último evento significativo desse período foi um encontro com Rosa (a chilena) na cidade e uma visita ao Centro Cultural do Banco do Brasil.  Foi muito significativo por ser o último que saí pela rua, e merece detalhes. Para exposição sobre o Egito. Palestra que antecedeu e sempre temos privilégios de romper filas pela nossa idade. Ficamos até 19h e na saída uma bela chuva. Mas, o CCBB tem condução até o metrô República. Fomos as duas e depois cada uma por seu lado. Para mim uma aventura porque de bengala e com mobilidade reduzida andei por dentro das estações de metrô fazendo baldeações até a Vila Madalena. Na saída, outra aventura até conseguir condução de Uber para chegar em casa.  Faço coisas que até me assusto.

Teatro Bradeco do Shopping Bourbon assistir Carmina Burana com Rafael, Orquestra e Coral Acadêmico com Livia agora fazendo parte do coral. E ingressos por gentileza dela.

Visita ao Centro Cultural dos Correio em um deslocamento via metrô, trecho grande e difícil até o prédio dos Correios e volta por pedaço do Boulevar São João em reforma todo esburacado. Exposição não muito interessante. Valeu a conversa com a curadora.

LEITURAS

Releitura de A CIÊNCIA DE LEONARDO DA VINCI – Fritjof Capra como preparo para a Exposição de seus 500 anos.  ESCRAVIDÃO - Laurentino Gomes, um livro que precisou ser lido capitulo a capitulo por dia porque tem todo o peso desse período no Brasil. Releitura dos meus comentários dos 26 livros SÃO PAULO DE PERFIL

de Cremilda Medina – CORAÇÃO DAS TREVAS – Joseph Conrads

 MEUS AMIGOS E PARENTES PRÓXIMOS – VISITAS

A prima REGINA que mora perto sempre escapa por aqui.  Uma das vezes que estive na casa dela encontrei sua filha Paula e Valter, um casal simpático e ativo com grandes planos executados centrados em Meio ambiente.   

MARGARETE que me ajuda nas minhas dificuldades de postagens e não me deixa nunca sem a sua atenção carinhosa. Antes de viajar para Recife veio me ver com o filho Ulisses.   Às vezes foge do trabalho e vem almoçar comigo. Vem e volta de Uber.  MARGARETE passou uma tarde aqui enquanto Ivanilson e Ulisses estavam no cinema. Me ajuda muito em coisas de computação que ela conhece bem.

As primas do Ayrton DEISE  e DAGMAR  que passaram uma tarde de sábado quando virem todas suas vidas registradas em minhas pastas.

CIRCE a minha visita de frente que nesses meses teve toda a minha atenção porque teve um problema de ruptura de tendão do pé e esteve imobilizada com botas durante tempos. Quase todo dia eu dei uma passada para ver se não precisava de nada. Mas, é esperta e enfrentou bem esse grande problema.  Monitoro sua vida diariamente. Consegue passar o temo pintando seus elefantes de gesso.

JOLANDA tem muitos problemas de saúde e eu estou sempre telefonando e monitorando sua vida de longe.

Aniversário do Flavio comemoramos aqui com Bruno e Tiago porque Eliana teve que ajudar a cuidar do neto que não estava bem de saúde.

LAYS (do MILTON) telefonou logo em janeiro e conversamos para contar  coisas de família como o problema de JOEL (da  ELENICE) que está  em fase adiantada de Alzheimer.  

WANDA me telefona sempre e passa por aqui quando vem de Alphaville.

Jantar aqui com RAFAEL AIDAR  e conversa sobre um possível trabalho sobre Renato Brolezzi. Convido-o para me acompanhar para a Carmina Burana no Teatro Bradesco. Ingressos por gentileza de Livia Mund. Ficamos na prosa até meia noite

Almoço aqui programado com ROSA e GRAÇA (que conhecemos no CCBB) . Rosa não veio porque o centro estava fechado para o Carnaval. Graça ficou aqui a tarde todo e a conversa correu solta. Continuamos o contato por todo o ano via WhatsApp.

Em uma das quartas feiras, quando me deslocava pelo corredor do prédio da Farmácia encontre JARLEI. É sempre um prazer encontra-lo e acabamos por almoçar juntos. Ele também já tem seu curso para a USP

VICTOR e ADELE vieram comemorar aqui o aniversário do Victor (em 25/2)

FLAVIO e ELIANA vem pouco aqui porque estão com problemas de mudanças e Santana é meio longe.

No comecinho da Quarentena Flavio com tosse, coriza, mas sem febre.  Muita preocupação e de olho em qualquer sintoma que fosse significativo para uma Covid-19

FESTAS

A única festa nesse período foi o casamento de Aline, minha sobrinha neta, filha da Aurea minha sobrinha (filha da Aydinha, irmã do Ayrton)

Pouco a conhecia a não ser uma vista de passagem no casamento do irmão Tiago quando estive hospedada na casa da Diva ainda viva.

Resolvi que iria sim porque era uma ocasião única para reencontrar a família de Ayrton.Providenciei com antecedência a passagem de ônibus para São Carlos e Carmen, cunhada da Cidinha me ofereceu hospedagem.

Tudo para mim é teste porque sozinha fui de Uber até a Rodoviária, andei um grande espaço até a plataforma de embarque.

Viagem tranquila. Carmem me esperava, fiquei acomodada na casa dela. Isso já no sábado de manhã 01/02.

 

Cidinha já estava hospedada em um hotel com a Marcia e Luiz. Revi Cidinha depois de bastante tempo.  Eles tinham combinado que eu ficaria no hotel com Cidinha nessa noite.

Já fui pronta, e no momento certo saímos para o casamento. Seria tudo ao ar livre, mas uma chuvarada impediu esse local e foi em uma capela do próprio espaço de festas.  Lugar bonito que não pode s ser aproveitado pela chuva.  Consegui ver o local em um site de propaganda. Casamento clássico com noiva chegando precedida de pajens, num vestido produzidíssimo e noiva idem.  Produção super super.....  da cerimônia do casamento.

A intenção era ainda ficar por lá (visitar o Ronaldo do Davi) e voltar de ônibus no domingo mesmo ou segunda. O primeiro plano de voltar com Cidinha para Araçatuba não rolou porque Cidinha voltava com Mayra para Campinas por consulta médica.

Mas, Evandro vinha para São Paulo no domingo mesmo e eu peguei carona com ele que me deixou na porta de casa. Isis que ficou o tempo toda comigo não foi muito falante. Mas, foi uma viagem tranquila.

 

E acabou minha única viagem e festa que eu fiz questão de descrever na íntegra e com detalhes.

 

EU E A MÍDIA

Documentário especial para a TV Cultura em que eu fui a protagonista em uma das treze personagens de TRANSVERSAL DO TEMPO – Muito bem feito, mensagens de abrangentes.  Muito sucesso e comentários. Alessandro da Itália até colocou o documentário no seu Facebook. Aproveitei para reler o que ele escreveu sobre minha pessoa enquanto no Brasil

VIDA FINANCEIRA – Sempre no limite. Viagem para São Carlos desequilibrou. A única compra que pude fazer no período foi um vestidinho de R$ 20,00 e outro melhorzinho para o casamento de São Carlos.

AIRBNB - Não comecei o ano hospedando  ninguém, mas ganhei o título de SUPERHOST de 2019.

Não pelo Airnb, mas por indicação da Regina hospedei uma senhorinha de Aracaju que veio para estudos de meditação. Tranquila sossegada passava o dia fora. Tinha combinado ficar aqui o mês todo, mas teve que ir pelo meio de março porque precisavam dela na sua família.

 

E, em 12 de março começa a manhã mais maluca deste 2020. Com mensagens aterrorizantes em todas as redes sociais um mundo de terror desembarca por aqui por conta da pandemia  causada  pelo coronavírus e conhecida com COVID-19.

O mundo parou. Não dá para descrever.

Todo mundo lavando as mãos, usando máscara. Distanciamento pessoal. Caos no mundo todo devido à Pandemia.  Onda de terror psicológico e comportamental. Não se sai de casa, não se chega perto das pessoas e o mundo passa ser só conectado.  Difícil de acostumar-se.

Nós, eu e Telma procurando alternativas para os Encontros que agora não podem mais ser presenciais.

A partir de 14 de março novos comportamentos, novas vivência e todo mundo procurando novos modos de viver. O que chamamos de QUARENTENA vai se prolongar

DAQUI PARA FRENTE A RETROSPECTIVA 2020 SERÁ A CÓPIA DOS DIÁRIOS QUE SEMPRE FUI ESCREVENDO

EM UM PRIMEIRO MOMENTO PENSEI NISSO E ATÉ COMECEI A COPIAR. MAS, É GASTAR TEMPO E ENERGIA PORQUE OS DIÁRIOS TODOS (8)  ESTÃO JÁ PUBLICADOS NO BLOG, ESTÃO NA MINHA PASTA DE 2020 E JÁ SALVO NO MEU DRIVE EXTERNO. REPETIÇÃO DESNECESSÁRIA.

 

RET

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUARESMEIRA OU MANACÁ DA SERRA?

USP 1948 - VESTIBULAR???????

A ARTE DE GIUSEPPE ARCIMBOLDO (Artista que poucos conhecem)