Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

SOBRE A ÓPERA ORFEU E EURÍDICE NA PRAÇA DAS ARTES DE SÃO PAULO

Imagem
27 DE OUTUBRO DE 2012 – Um pouco antes de sair para assistir à ópera, tive oportunidade de ouvir pela TV Senado um programa gravado em Alhambra, Granada, Espanha e regido por Daniel Baremboim. Ouvi um pedaço da sinfonia nº 5 de Tchaikovsky, um concerto de violoncelo e contrabaixo com orquestra e o Prelúdio e Morte do amor da ópera Tristão e Isolda de Wagner. Isso como preparativo do que viria a seguir. 18,30h, depois do susto que um temporal me pregou (não poderia sair com tamanha chuva e ventania) saí de ônibus agora não ao Teatro Municipal, mas na nova Praça das Artes. Desci um ponto depois, na rua Conselheiro Crispiniano onde eu sempre via uma parte dessa Praça das Artes. Tudo escuro, nenhum movimento. Conheço o lugar e virei para a Av.São João na parte  do Boulevard São João. Tapumes, cones isolantes, mendigos esparramados desesperados por tostões para o seu crack.  Passo em frente ao Conservatório, todo pintadinho, todo branquinho e sem ninguém. Mais uma virada e caio n

VIAGEM - DÉCIMO SEXTO DIA – SÁBADO –14 DE ABRIL DE 2012

Imagem
Acordo cedo. Como estou em um quarto sozinha (Maria Inês e Marlene estão em outro quarto) posso fazer o que quero bem cedo sem perturbar ninguém. Tento usar o laptop para Internet e só consigo depois de muito ‘brigar’. E aí me comunico bem. Chove em Madrid Maria Inês trabalhando no quarto. Ela tem compromisso de congresso em Firenze e o dia se aproxima. Não participei das conversas das duas, mas parece que desistiram de Toledo. Por causa da chuva ou........ 9 horas Pedro apareceu para nos pegar. Só saímos com ele eu e Marlene. De sua conversa ontem com a Maria Inês ele se lembrou de que há um tempo tinha assistido a um documentário sobre Ramon y Cajal, cientista importante nos primórdios da Biologia, como estudo da célula. Resolveu então procurar esse DVD para presentear Maria Inês. E quando saímos para correr novamente por Madrid, ele pediu desculpas, nos deixou em um estacionamento esperando por ele e foi à livraria de um dos El Corte Ingles para procurar pelo DVD. N

VIAGEM - DÉCIMO QUINTO DIA - SEXTA FEIRA - 13 DE ABRIL DE 2012

Imagem
Com Maria Inês e Marlene já recuperando o trio, levantamos mais cedo para aproveitar o tempo. Chovia.   Café bastante bom. Às 10,30 h Pedro chegou e as três  saímos  com ele, no seu belo carro, um Volvo S80 que, não como se diz, “só falta falar”, mas até fala. Lembrei-me do meu Volvo 1951, o meu primeiro carro. 62 anos depois em um Volvo atualizado.   Hoje Pilarim não foi conosco. Fizemos um circuito diferente do circuito de ontem. Carro no estacionamento e andamos a pé. Durante essa andada a pé, como eu sempre fico para trás porque ando mais devagar em função de minha perna doendo, Maria Inês e Pedro se distanciavam e conversaram muito muito. A paixão de Pedro por Anatomia, por Medicina encontrou em Maria Inês uma interlocutora especial.  E entre outras coisas falaram em células e em Ramon y Cajal. Vai ter conseqüências. Aguarde. A primeira visita foi para o Palácio Real. Foi uma visita emocionante e contraditória. Ao mesmo tempo em que se via um exagero de luxo e ostentação

VIAGEM - DÉCIMO QUARTO DIA – QUINTA FEIRA 12 DE ABRIL DE 2012

Imagem
Hoje é dia oficial do meu aniversário. Pedro sabia disso porque Maria Inês tinha dito, mas ele não mencionou nada. Acho que a”filosofia”(ou religião) não  festeja. Por que? Vou procurar saber.  Desci para o café logo depois das 8h , sozinha em um salão na maioria de homens com perfil executivo. 9h Pedro passa por aqui e vem me buscar. Passamos na casa dele para pegar Pilarim e para que ele me mostrasse o seu escritório. Inteligente, tem um escritório no mesmo conjunto habitacional, em outro bloco. Não tem problema de deslocamento. É um apartamento menor que o de  residência mas  o método, a arrumação , a organização é qualquer coisa  de especial. Há pelo menos uns seis computadores e outros periféricos  para tudo:  impressão em vários tamanhos, plastificador.... A organização e arrumação transcende o que se pode esperar. Vimos então os animais preservados em  acrílico  que foram  manipulados no tempo em que Pedro estudava no Campos Salles. Notáveis. 37 anos depois ainda