Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

SÃO PAULO TEM TUDO DE BOM -2

MUITA COISA DE BOM ACONTECE EM SÃO PAULO, MAS A POUCA DIVULGAÇÃO IMPEDE O ACESSO A MUITAS PESSOAS. POR ISSO, USO MEU BLOG TAMBÉM PARA DIVULGAR EVENTOS E ACHO QUE ESTE MERECE. Centro Cultural São Paulo (Vergueiro) História da música: A era da harmonia com: Dante Pignatari Oficina de história da música que tem como objetivo fornecer as ferramentas necessárias para uma audição aprofundada da música produzida no período que vai do surgimento do sistema tonal no Renascimento até seu ponto culminante na época da Revolução Francesa e o início do século 19, com a música de Beethoven. (50 vagas) - público: estudantes, professores e público em geral interessado em música, a partir de 14 anos - período da oficina: de 14/10 a 9/12 - período de inscrição: de 6 a 9/10, das 10h às 19h, na Divisão de Ação Cultural e Educativa - informações: pelo tel. 3397-4037 - quartas, das 20h às 22h - Praça das Bibliotecas. Do Renascimento a Beethoven: A Era da Harmonia I Série de 9 aulas que abordam desde o

É PRIMAVERA

Bom dia meus amigos seguidores. Acessem o endereço http://margaretebarbosa.wordpress.com e vejam que coisa mais linda de publicação. Margarete é uma bela senhora, sensivel, carinhosa e culta. Muito culta. Precisa ser mais conhecida. Tenho o maior orgulho de ser sua amiga. Leiam e depois comentem.

COTIDIANO DE SÃO PAULO –DÉCADA DE 40 - MEU DEPOIMENTO

Até os meus 18 anos (1948), a palavra “geladeira” não fazia parte do vocabulário da minha família. Logicamente não era assim em outros meios familiares, mas mesmo os mais abonados tinham “armário” de madeira, isolado e resfriado com barras de gelo entregues em casa. Éramos de um tempo em que as compras eram diárias, somente aquilo que seria usado para fazer as refeições do dia, elas mesmas muito simples. Verduras se compravam no verdureiro que passava pela manhã oferecendo alfaces, escarolas, batatas, pimentões... Vindos em geral de sua própria horta. Sempre passavam pela manhã para dar tempo de as verduras e legumes serem usados ainda para o almoço. A “venda” do quarteirão ou esquina fornecia o feijão, o arroz, o óleo (sem outra opção que o de caroço de algodão)... Comprava-se a quilo ou meio quilo em “conchas” medidoras, embrulhados em folhas de papel grosseiro que eram enrolados de maneira característica e com grande habilidade do “vendeiro”. Embora nós nunca tivéssemos usado o

NATUREZA IRRITADA

Imagem
A foto de Pierre Gleizes tirada em 2009 para o Greenpeace dispensa texto. Por si só mostra as consequencias diretas do aquecimento global nas uvas francesas. Uvas desidratadas viram uva-passa no proprio pé .

AGOSTO CULTURAL

Mudo o titulo para AGOSTO CULTURAL porque nem só de musica vive minha cultura. Escrevo também sobre as Artes Visuais, Literatura e Ciências e Memórias. Agosto começou bem e foi bem em Musica. E eu volto ao blog como um diário. Já no dia 01 fui ao Centro Brasileiro Britânico – Sala Cultura Inglesa e assisti Ópera comentada. Pena que as legendas sejam em inglês. Mas,dá para entender o assunto. E como o que vou é ouvir, tudo bem. A ópera desse dia foi Un Ballo in Maschera com Filarmônica de Viena e Sir Georg Solti na regência. Apresentação de 1990. Ópera de Verdi nem precisa comentar. Porque Verdi é Verdi. No dia 05, no IIC (Istituto Italiano di Cultura) com uma bela palestra de Sergio Casoy sobre Caruso, vi Pagliacci de Leoncavallo. Bela, belíssima. No dia 09, graças gentileza de meu amigo Alessandro pude ouvir um conjunto de 8 violoncelos de Torino, Itália. Aprendi sobre Scoth Joplin, mas o que eu mais gostei, que mais me tocou foi a Elegie de Fauré em solo de violonc