Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

SÃO PAULO DE TODOS OS POVOS programação completa

7º CURSO DE HISTÓRIA DE SÃO PAULO - CIEE “São Paulo de todos os povos” DATA TÍTULO DA AULA DOCENTE E INSTITUIÇÃO DE ORIGEM 19/8 Os judeus em São Paulo: um mosaico de nacionalidades Maria Luiza Tucci Carneiro (Universidade de São Paulo) 26/8 Sírios e libaneses em São Paulo Oswaldo Truzzi (Universidade Federal de São Carlos) 2/9 A presença portuguesa em São Paulo : desmistificando algumas imagens Sônia Maria de Freitas (Secretaria da Educação do Estado de São Paulo) 9/9 No cotidiano da cidade de São Paulo: os imigrantes japoneses e seus descendentes, uma história de cem anos Celia Sakurai (Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil) 16/9 Uma São Paulo alemã Sílvia Cristina Lambert Siriani (Faculdades Metropolitanas Unidas) 23/9 Os índios de São Paulo Maria da Glória Porto Kok (Universidade Estadual de Campinas

Divulgando o curso SÃO PAULO DE TODOS OS POVOS

São Paulo me sufoca com a oferta de cultura cada vez mais e sempre. Cria o problema da multipla escolha porque é impossivel aproveitar tudo o que é oferecido.   Em uma primeira triagem escolho caminhos dentro das minhas vertentes culturais preferidas:     Literatura, Música, Artes Visuais, Memória e História de São Paulo.     Depois, dias e horas possiveis na minha agenda pessoal. Neste semestre fiquei à espera do que o CIEE iria oferecer sobre a História de São Paulo. A quinta feira já estava reservada. Há anos venho acompanhando as palestras   que primam pela qualidade dos palestrantes e pelos assuntos escolhidos com    inteligencia. Nunca repetidos palestrantes e assuntos como a coordenadora Ana Maria de Almeida Camargo   sempre promete. Dentro de sua capacidade – é docente do Departamento de História da FFCLH da USP   - e sua sensibilidade, suas escolhas agradam sempre  a todos. E não posso deixar de divulgar aquilo que nos leva a um alargamento de horizontes culturais. CIEE  

MAIS UM PEDAÇO DA MINHA VIDA

ENCONTROS CULTURAIS são reuniões de um grupo de idosos ou não tanto, que, sob a liderança do prof.Terron   acontecem às sextas feiras à tarde,   na USP. É o nosso dia da semana muito esperado. Neste semestre, a cada semana há um filme diferente, ligado à música, com   direções, apresentações também diferentes. Depois do filme, um café   com “bolinho” de socialização, prepara para os comentários. Nesta sexta, 06 de agosto de 2010, inaugurando   o segundo semestre, e os 200 anos do nascimento de Chopin, o filme foi “ À Noite Sonhamos ”. Para mim, um filme vale por um conjunto de   caracteristicas: pela época que representa, pelo contexto politico e social onde o enredo acontece, pela relação   com artes plasticas, literatura, musica e caracteristicas fisicas do   “mocinho” do filme.   Técnicas de filmagens, fotografias, iluminação servem de apoio. O filme também vale pelo “meu” contexto social, pelo que ele significou na minha vida, como resgatei a memória desse tempo, como eu era emoc