Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2020

LITERATURA E ARTE ou ARTE E LITERATURA

Imagem
LITERATURA E ARTE OU ARTE E LITERATURA

USP 1948 - VESTIBULAR???????

Imagem
Desta vez minha memória me levou para 1948, em um “vestibular” para a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP. Nem sei se naquela época tinha o nome de VESTIBULAR. Mas era sim uma avaliação escrita e oral que deve ter sido feita no mês de janeiro de 1948. Minha primeira opção teria sido Medicina, mas na época uma mulher que exercesse a Medicina teria que fazê-lo em tempo integral e eu já tinha intenção de ter minha família.   Certamente haveria uma incompatibilidade em vida familiar e profissional. E por um pouco de covardia (exames para Medicina eram mais difíceis) escolhi História Natural na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras -USP. E fui aprovada. E na minha memória sempre ficou, nesses 72 anos decorridos, a pergunta que não respondi “QUAL A DIFERENÇA ENTRE ARIRANHA E PEIXE BOI” Devo ter procurado a resposta nesse tempo todo, mas como a memória novamente me levou a essa pergunta, lembrei também de um livro que devo ter consultado nesse 1948 quando o curso de His

...e agora falando em LIVROS

Imagem
N esse isolamento que já está no seu 106º dia, atividades domésticas se tornam rotinas, mas há coisas que fora da rotina, precisam ser feitas, e não posso fazer por Impossibilidade física mesmo.   Proibida de subir em escadas e muitas prateleiras são altas. As estantes de livros vivem me cobrando por uma limpeza e arrumação e sempre vai ficando. E pela casa inteira existem livros espalhados: novos, velhos, muito velhos......Estantes mais baixas mantenho em ordem porque estou sempre mexendo, como a específica sobre São Paulo, a prateleira sobre Música. a minha mini galeria onde agrupo tudo sobre arte visual. São três as prateleiras mais altas e com os livros empoeirados e misturados. É um problema.Me incomoda ter um problema não resolvido. É PROBLEMA MEU e EU tenho que resolver E fico pensando em alternativas que não envolvam família que já tem vida organizada. Como todo problema tem solução eu encontrei a melhor: um funcionário do prédio, um dos mais prestativos, tem dormido no prédio

DIÁRIO DO MEU ISOLAMENTO - PARTE 3

DIÁRIO DO MEU ISOLAMENTO – Parte 3  30 dias depois do último depoimento aqui estou eu de volta, ainda sobrevivendo e em boas condições físicas e mentais. Primeiros dias ainda em tensão por conta do suspense causado pela cobrança judicial de despesas condominiais de 2016 como já foi explicado na parte 2. Não fosse ajuda que tive de quem conhecia o comportamento de um síndico e de uma administradora, teria ficado atolada mais ainda e me afogado mesmo. Detalhes procurados mostraram que por ineficiência da administradora ao fazer o acordo para pagamento do extra de pintura do prédio em 2016, dividiu em 10 parcelas o que tudo levava a crer que fosse da dívida geral. Não era. Havia mais duas parcelas anteriores que não constaram do acordo. Não tinha como eu saber disso. Ficou misturada aos muitos números da contabilidade da administradora.  Como e porque quatro anos depois, encontrou duas parcelas que não chegavam a R$ 500,00. em nenhum contato comigo por meio do síndico, encaminhou para cob