Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2021

EU E A POESIA

Poesia não é minha praia. Não me ligo muito a esse tipo de literatura. Corrigindo:   tipo de poesia mais moderna. Procuro uma explicação. Durante os muitos e muitos anos de vivência, no meu subconsciente estão marcados o que eu conhecia como “poesia” : ritmo, rimas, métrica. ... Penso em poesia e me vem à memória o que minha tia Nena me ensinou quando eu tinha uns 2 a 3 anos. (1932-33). Já em 2000 ela me repetiu e eu transcrevi. MEU BRASIL Como são lindos, os passarinhos que tem seus ninhos nos palmeirais] Cantam nas matas, mil alegrias, E melodias sentimentais   Como são belas, as borboletas Que irrequietas, de flor em flor Num voo constante, em torno dela Sobre as mais belas, se vão dispor   Terra de sonhos, tardes amenas, Noites serena, terra gentil Que formosura, quanta beleza Na Natureza, tens ó Brasil!!!!   E mais tarde, quando eu já tinha uma irmã, meu pai nos cantava duas trovas espanholas: Se quieres que te cante                la Se

VOCÊ SABIA QUE

Imagem
  Olavo Bilac já foi garoto propaganda?    A foto abaixo foi publicada na revista Fon Fon em 1917 ,Era o tempo em que os poetas não só tossiam (era até moda poeta morrer de tuberculose), mas precisavam de xarope para a paz dos brônquios e dos dois mil reis  da publicidade para a paz de seus versos e rimas (informação de José de Souza Martins)