Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009

SETEMBRO CULTURAL

Uso este Blog como um diário, como um registro de minhas atividades, onde posso fazer meus comentários pessoais. E dar dicas também. Todos os lugares frequentados são oferecidos gratuitamente e tem ótimos programas como pode ser visto nesse meu relato cronológico.


Já no dia 01 – Ópera no ICC (Istituto Italiano di Cultura) La Sonnambula de Bellini – Primeiro ato muito bom depois da apresentação de Sérgio Cazoy. Não consegui assistir ao segundo ato. Muito cansada.

Dia 04 – no SESC Paulista o Quinteto Villa-Lobos me encantou.Quando sento bem na frente posso acompanhar bem cada instrumento e perceber melhor as nuances. Na flauta Antonio Carlos Carrasqueira, um nome que ouço periodicamente porque é lapeano. Também dele vi os cabelos pretos transformarem-se em brancos porque o ouço desde um longo tempo. Um belo começo de tarde.

No dia 06 um recital especial com Amaral Vieira e o piano novo do Teatro Municipal. Também deste pianista acompanhei a substituição dos cabelos pretos por…

dona neuza.com.br - Alessandro Dell'Aira (texto traduzido)

DONA NEUZA COM BR – di Alessandro Dell’Aira

De sua casa, não se pode sair o mesmo. Vive no décimo andar de um edifício do Alto da Lapa, mais ou menos onde o Pinheiros encontra o Tietê e suas águas turvas deixam para trás o coração da metrópole. Dona Neuza gostaria de explodir o prédio da frente, que é mais baixo que o seu, mas que tira uma fatia de vista. Ou transferir-se ao andar superior. Mas reconsidera: Não, o seu reino está aqui.

Sim, se apóia sobre o balcão: parece Liza Minnelli com Nova Iorque a seus pés.
Setenta e nove anos, viúva e feliz. Como uma mulher casada foi feliz e não vê porque não deve continuar sendo já que a cada pôr do sol, seu companheiro a cumprimenta do Pico do Jaraguá. Sempre tem seu bigode da cor das nuvens.

Esta casa é um arquivo suave e profundo, com muitas pastas azuis cheias de folhas
manuscritas e impressas. Marido, esposa, filhos, netos, e agora é aqui sozinha a tomar conta desse um longo caminho vivido juntos. A idade do corpo é uma questão de anos vivi…

Dona Neuza.com.br

Eu tenho um amigo. Um amigo que prezo muito. Não é um amigo de muito tempo, mas isso não importa. É um amigo de conversa fácil, inteligente e culto com quem sempre se aprende alguma coisa. Não é brasileiro e isso acrescenta conhecimento de outras terras, outras tradições, outros comportamentos. E acabo sabendo que mundo não é só esse Brasil a que me acostumei, nem só esse São Paulo onde estou desde sempre.

Além de seu envolvimento profissional com Educação, esse amigo escreve. E escreve muito bem. Tem o dom de captar sutilezas, ir fundo em detalhes de historias de vida, separar coisas importantes de coisa básicas. E sensibilidade para entender tudo o que capta.

Esse meu amigo me retratou com um jeito todo seu. Me emocionou, me envaideceu. Escreveu um texto, que eu chamo de “meu” texto. Tem o titulo sugestivo de Dona Neuza.com.br É um dos muitos que estão no seu site onde há textos sobre o “fusca”, sobre Pasteis de Feira, sobre Avenida Paulista.....

Já fui personagem de vár…