Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

CARTA AO MAESTRO JAMIL MALUF

Minha memória fotográfica me leva a um tempo distante, a um espaço que me parece uma igreja pelos bancos e alguém falando às pessoas sobre a importância do que estava acontecendo. Pedia-se a colaboração para uma Orquestra que estava sendo lançada.  Eu e Ayrton escrevemos em um papelucho nossos nomes, nossos contatos e o deixamos lá.  Perdeu-se no tempo o papelucho porque nunca tivemos retorno.
O tempo passou, a vida continuou, as famílias cresceram, tomaram a maior parte do nosso tempo, mas nós mantivemos em algum cantinho da memória essa “fotografia”. “Foto” diluída no tempo, esmaecida e teria se apagado se não fosse o contínuo alimentar com a música da orquestra lançada, a Orquestra Experimental de Repertório.
Maestro - acompanhei o embranquecer dos seus cabelos juntamente com o embranquecer dos meus, este mais rápido porque sou muito mais velha. Poucos contatos pessoais gratificantes quando o encontrei no saguão do teatro antes de uma apresentação e pude trocar algumas palavras.  E,…

A VOZ DOS OBJETOS – O BAÚ DA MEMÓRIA

Imagem
Era uma vez um baú. 
Como todo baú que se preza aquele também é de madeira e ocupa um lugar importante, na sala principal da casa.
Um dia, alguém ouviu um zum zum e se aproximando bem pode ouvir uma vozinha esganiçada falando, falando falando. Não dava nem tempo do seu parceiro argumentar ou dialogar. Quem seria? O que dizia? O alguém foi se aproximando, abriu a tampa do baú e lá dentro encontrou muitos objetos, bastante diversos, ajeitados, dividindo um espaço comum. Foi fácil identificar de onde vinha a tal vozinha e de quem era. Era uma “Tesourinha” com seu parceiro “Furador” que trocavam conversa.


- Pois é – dizia a “dona” Tesourinha - eu sou a moradora mais velha deste baú. Não a que mora há mais tempo, mas a mais velha em idade. Tenho quase 100 anos e você deve andar por aí. Ganhamos o direito de estar aqui porque durante anos servimos a certa mocinha no seu ofício de bordar a máquina. A máquina de costura naturalmente;  e nós dois ajudamos nos belos bordados de “rechilieu” que se u…

VÓ É SEMPRE VÓ

Se uma avó não for curuja, alguma coisa deve estar errada. Por isso, assumo a minha corujisse e sempre que posso faço a propaganda dos netos. Desta vez, para compensar a distãncia onde eles estão, coloco no ar  um vídeo que fala deles.
Vejam até  o fim que casalzinho bonito André e Rosinha formam.
E só acessar o link

 http://youtu.be/v9SFWHgBR68

ENCONTROS, DESENCONTROS, REENCONTROS

Imagem
Nosso encontro foi há cinquenta anos O tempo de desencontro foi longo, muito longo. Cada uma teve sua vida, seus compromissos, suas prioridades. Um dia... aconteceu o reencontro,  e isso aconteceu em 20 de abril quando recebi seu e-mail surpresa, vindo de alguém com o nome de Maria Eletra. que entre outras coisas dizia.
>Também me emocionei muito ao vê-la no vídeo sobre o bairrodaLapa.Dai, imediatamente procurá-la na web...... Que coisa boa poder " sentí-la" saudável e, que maravilha ter apossibilidade em poder revê-la. Quero lembrá-la que o meu sobrenome é *PavandaSilva. *Dna Neuzinha, *o que tenho de vc comigo *é a grande lembrança de umaprofessora que me fez gostar de estudar a Biologia , tamanha era a formacomo tão bem ensinava. Prática, objetiva, sem muito nhe..nhe...nhe....e, ao mesmo tempo, carinhosamente, tinha uma proximidade maravilhosa com suas alunas. Eu me sentia muito queridapela minha professora. Vc foi marcante.  Guardei meus cadernos até algum tempo .....…

UMA ENTREVISTA FALANDO DO BLOG

este é o link da matéria. Veja e comente. Neuza

http://www.youtube.com/watch?v=c_EE7dLWWyQ

CANTO LIVRO - o que é e como funciona

Imagem
Ainda não conhecia. Deveria conhecer. Procurei durante muito tempo alguma coisa parecida e acabei encontrando sem querer em um sarau para o qual fui convidada. Interessei-me, procurei saber detalhes e resolvi divulgar porque é um projeto cultural bem orientado e bem apresentado. Foi então que resolvi escrever alguma coisa sobre eles. Aqui vai:

CANTO LIVRO

APRESENTAÇÃO
O Projeto CANTO LIVRO DE LITERATURA E MÚSICA consiste na apresentação de shows temáticos e oficinas com principal enfoque em autores brasileiros ou de língua portuguesa, onde a narrativa dos textos é permeada por canções afinadas com a temática do autor em questão. A música e a narração de textos encadeados em um roteiro possibilitam que o livro saia da estante, fazendo da leitura uma experiência viva, emocionante e interativa.
CANTO LIVRO é um projeto de sensibilização e incentivo à leitura, que visa atender aos amantes da literatura, estudantes, educadores e leitores em geral.
IDEALIZADORES Jean Garfunkel Poeta,cantor, comp…