A PERDA DE EUDÓXIA

Perder uma amiga é doloroso mesmo que o contato pessoal não fosse muito frequente. Mas era o fio mais forte que me ligava aos anos de estudos mais decisivos da minha vida.

Conheci Eudóxia em 1948 quando começava a cursar a História Natural da USP. 

No primeiro ano éramos 23 e o contato não foi muito grande. Mas, no segundo ano, os cinco sobreviventes viveram mais ligados, vivenciando o dia a dia com maiores contatos.

 E nós cinco chegamos ao final do curso: Quatro meninas – Helena, Liliana, Eudóxia, Neuza e o varão Claudio.

Fotos de Resgate de Memória de nossa fase de estudantes responsáveis, de Uspianas orgulhosas.


1 - Nesta foto estamos sentadas na mureta do jardim do palacete Glette e nos acompanham o queridíssimo prof. André Dreyfus, e o então jovem prof. Pavan.
Em primeiro plano Walburgis e Helena
Atrás, da esquerda para a direita: Eudóxia, Liliana, prof. Dreyfus, Neuza, prof Pavan


2 - Aqui estamos nós na porta do Departamento de Botânica, de navalhas na mão ,fazendocortes para observações ao microscópio.
Da esquerda para a direita: Neuza, Eudóxia, Walburgis, Helena,  Alfredo, Liliana
(Walburgis ficou retida no primeiro ano)


3 - Na rua dos Guaianazes as quatro meninas. Ao fundo o palácio dos Campos Elíseos então sede do governo.   Eudóxia, Helena, Neuza, Liliana


4 - As estudiosas do grupo.
Neuza e Eudóxia


5 - No laboratório usando o microscópio
Atrás- Eudóxia – Helena, Walburgis  ao microscópio – (?) e ao fundo Alfredo.  .Em primeiro plano Neuza



                   6 - No Jardim

Atrás - Neuza – Helena – Walburgis – Eudóxia
Na frente –Alfredo -  Claudio -  ????


A partir de 1951, data de nossa formatura,cada um segue o seu caminho, suas vidas e as distancias são cada vez maiores.

Reencontro mesmo nas bodas de ouro de nossa formatura em abril de 2002



Em 2004 voltamos a nos encontrar




Na  exposição  sobre a Glette em 2006, Eudóxia  e sua inseparável amiga Elisa estiveram presentes.


Elisa Knapp e Eudóxia

E encontrei mais esta bela foto que não pude deixar de acrescentar.

Elisa e Eudoxia na abertura da  exposição Glette em novembro de 2006


Elisa foi para outros mundos e um elo se rompeu.


E então, de tempos em tempos nos encontrávamos na USP, sempre encontros de prazer para reforçar o fio tênue de nossa amizade.




Nosso último encontro foi em uma tarde de 13 de março de 2015 quando Eudóxia me visitou para buscar o livro Glette porque não tinha conseguido chegar no dia do lançamento.
Foi uma tarde de lembranças que se estendeu até o jantar como se nunca tivéssemos nos separado.

13 de março de 2015 – Eudóxia e Neuza




             E EUDÓXIA TAMBEM VOOU PARA AS ALTURAS.CUMPRIU SEU CICLO DE VIDA NESTE COMEÇO DE OUTUBRO DE 2015 

ADEUS QUERIDA AMIGA!!!!




Comentários

Anônimo disse…
Que bela homenagem. Sua amiga Eudoxia deve estar feliz!

abraço

Postagens mais visitadas deste blog

QUARESMEIRA OU MANACÁ DA SERRA?

UM DOMINGO NO MUSEU DA CASA BRASILEIRA

PAINEIRAS E MARITACAS