sexta-feira, 10 de julho de 2009

MALUQUICES DA NATUREZA

Complementando o texto “Uma aventura Biológica” encontrei mais alguns bichos fora e dentro da caverna.

O Mamute passeando pelos vastos espaços encontrou uma Dinossaura, se atraíram pelo tamanho e se apaixonaram. Afinal, muita disparidade não dá. Formaram um casal tranqüilo. Nasceram Dinomutes. E se os dois já eram fortes, o Dinamute mais ainda.

Em um cantinho da caverna, o carrapato e a formiga tiveram um namoro escandaloso. O carrapato vivia grudado nela que queria trabalhar e trabalhar. Afinal ela ficou sendo a provedora do lar e o carrapato agarrado demais, a todo ciclo fazia nasceram as carramigas e formipatos.

O namoro do caranguejo e do Jacaré foi difícil. Cada vez que a jacaroa beijava o caranguejo quase o engolia, tão grande era sua boca. Difícil era a jacaroa reconhecer o caranguejo macho da fêmea. Afinal era preciso virar o bicho de barriga para cima para ver a diferença. Além disso, quatro patas da jacaroa mais as 10 do caranguejo faziam uma enorme confusão. Mas sempre davam um jeitinho e nasceram Carajés e jacagueijos

Certinho mesmo deram a Esponja do mar e o Ouriço. Espinhudo como ele era, não conseguia dormir direito e quando "casou " com a esponja, arranjou um colchão macio, se enroscou nela e nunca mais se separaram. A macia e delicada esponja teve que se acostumar a levar umas espinhadas durante o "amor". Mas, valia à pena. A natureza resolve e nasceram ouriponjas e esporiços

A formiga se separou do carrapato e como era lésbica foi se juntar à cigarra e as duas recompuseram a fábula do La Fontaine. E viveram felizes para sempre.

Lá no canto havia dois bichos esquisitos. Nenhum dos dois tinha nem nome popular. TRILOBITA até que não era feia, mas era rastejante, de carapaça dura e tinha sobrado de uma das glaciações da terra. O ORNITORRINCO era já bem adiantado, um mamífero que botava ovos e tinha bico. Ambos velhos, na quarta ou quinta idade resolveram ficar juntos, mas não deu nada porque os hormônios já haviam acabado e os ovos já estavam passados.

5 comentários:

DEzza SAnter disse...

Oi flor é primeira vez que passo aqui e adorei teu blog
Garanto que estarei sempre a visitar ^^
Espero sua visita no meu blog Também.
BJKsss XAU =]

Kamilla disse...

Olá estou visitando minha primeira vez também muito legal seu blog !
Visite o meu Também !

Joias da Família disse...

E não é que tudo isso se parece muito com o mundo tal qual ele é?

Sueli disse...

Ei D. Neuza..
Já lhe vi em dois programas de tv.
Fique anciosa para lhe conhecer melhor, estou pasenado por aqui e cada vez mais lhe admiro, sei que não precisa de elogios, mas eu vou gostar de te-la como exemplo de vida.
um grande abraço.
Mariasuelifelizzzz

Anônimo disse...

Oi vovó Neuza,
não fique zangada de te chamar de vovó... eu amo as avós... e as minhas já se foram há tanto tempo... quando entrei no seu blog senti um arrepio. A minha avó paterna era uma mulher ativa, politizada, lia os jornais, revistas todos os dias, costurava, criava galinhas, cuidava de uma horta... tudo isso aos 89 anos. Vc me fez lembrar dela. Também gosto de escrever, inclusive sobre as coisas antigas... as memórias minhas e dos meus antepassados. Aqui vai um dos meus escritos: http://www.portalcajuru.com.br/elkedezembro.html
bjs no core.