domingo, 13 de novembro de 2016

UMA EXPERIENCIA IMPERDÍVEL – DIÁLOGO NO ESCURO


Não perca. Vale a pena
Vc pode vivê-la  na UNIBES CULTURAL. Na rua Oscar Freire 2500 (ao lado do Metrô Sumaré) tel. (11)30654333.  De segunda a sábado das 11:00 até 18:30; quartas feiras das 13:00 até 20:30 (entrada até uma hora antes)
Último dia – 03/12/2016
 Preço – R$ 6,00 meia e R$ 12,00 inteira

O que o folheto nos informa:
Sentir o mundo sem enxergar. Ser conduzido por guias deficientes visuais através de salas totalmente escuras e especialmente construídas, em que cheiros, sons, vento, temperatura e textura apresentam as características de ambientes cotidianos.

Interagir sem a visão, mas usando seus outros sentidos. Uma inversão de papeis, em que as rotinas diárias tornam-se uma nova experiência, fora do ambiente familiar. São os guias, deficientes visuais, que proporcionam segurança e sentido de orientação e respondem a questionamentos que normalmente não se tem a chance de fazer, reduzindo as barreiras e ajudando na compreensão mútua.

Durante a visitação, o visitante pode fazer perguntas que normalmente não se tem a chance de fazer a uma pessoa com deficiência visual, reduzindo as barreiras de ambos os lados e ajudando a compreensão mútua. 

No DIÁLOGO NO ESCURO a ênfase não é sobre a deficiência visual, mas sim sobre a importância da compreensão, empatia e solidariedade.
O passeio em si dura pouco mais de uma hora, mas os efeitos podem durar uma vida.
Mais de 8 milhões de visitantes em 140 cidades de 40 países já viveram essa experiência.

Venha ver de perto

2 comentários:

Célia Rangel disse...

Excelente indicação!
Obrigada, abraços,
Célia.

Neuza Guerreiro de Carvalho disse...

Bom dia celia
Não te conheço bem e gostaria de saber mais a seu respeito. Afinal, trocamos palavras há bastante tempo. Tenho tido pouco tempo e acabo relapsa nas respostas. Desculpe
Agradeço sua atenção com minhas publicações. Parece que vc está sempre de plantaõ esperando algo que eu escreva. Que bom, asimm me dá responsabilidade de manter um ritmo adequado nas publicações . E não desaparecer de quando em vez.
Continue o contato. Me é muito praseroso.