MÚSICA, MUITA MÚSICA SEMPRE



Música me faz bem, recarrega minhas baterias e me faz melhor e feliz. 
Por isso, quando tenho a oportunidade de uma over dose de Música, tenho que compartilhar   sempre. 
E quando em um curto espaço de tempo – entre 28 de abril e 6 de maio -  ouço muita música, tenho que escrever.  Quando transformo o sentimento em palavras, volto a viver os momentos emocionantes.

Durante 9 dias pude estar em um  espaço maravilhoso – Theatro Municipal, com orquestras “nossas” – Orquestra Experimental de Repertório e Orquestra Sinfônica Heliópolis,   maestros que também já fazem parte   do nosso mundo, ouvindo  Mahler que não é o meu preferido, mas admiro a orquestração – Shostakovich  que eu estou aprendendo a gostar  - Rachmaninoff que com seu Concerto nº 2 para piano e orquestra me atinge emocionalmente porque cada vez que eu o ouço, é uma nova vez porque sou outra,  os músicos são diferentes e o maestro é sempre único . – Debussy com sua “música aquática” seu Fauno e seu Luar -  Tchaikovsky que sempre estará comigo porque eu e Ayrton  o ouvíamos juntos – Dvorak um tcheco  que  está se chegando a mim.

A semana foi abastecida, baterias com 100% da carga me mantem equilibrada, capaz de administrar problemas e compromisso. Tudo fica mais fácil.


Comentários

Célia Rangel disse…
Magnífica seleção! Realmente é para se encantar e se abastecer, sem dúvida alguma!
Abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

QUARESMEIRA OU MANACÁ DA SERRA?

PAINEIRAS E MARITACAS

A ARTE DE GIUSEPPE ARCIMBOLDO (Artista que poucos conhecem)