domingo, 18 de janeiro de 2009

PERSONAGENS

As nossas personagens de hoje são três senhoras que abrem o texto. Uma delas com 86 anos (a do meio) sacudida, ativa, falante e entusiasmada com o que ela chama de sua maior tarefa. As outras duas, filhas, compõe com a mãe o trio mais interessante que eu conheci neste 2009.

SISSI, TICO, TICA, MENINA, TONICO, PERALTA, ZANGADO, DENGOSO, PALOMA, CAÇULINHA, MAGRIÇA, MAGRICELA, IRIS, PINTINHO, FIFI, FAFÁ, LINA, BRUNA, PELÉ, NEGRINHA, NEGRITO, TUCA, CHIQUINHO, MICKEY, MINIE, MIUCHA, GUGA, GUGU, FRED, RATINHO, BIANCA, CAFÚ, JULINHA, DIDI, TOQUINHO, PETÍ, TINHO, BISKUI, NINA, BILU, SUSI, NANÁ, BOLINHA, PRISCILA, TULA, XUXA, GABI, SHEILA, CADU, KIKA.

São cinqüenta nomes lembrados com facilidade em uma conversa informal, até caracterizados por esta ou aquela qualidade.

Os acima nomeados têm todas as mordomias, tratamento médico, alimentação balanceada, espaço adequado, convivência diária com seus iguais para não se sentirem solitários. Procedências diversas. Grande diversidade de aspecto físico.
Ocupam o dia das três senhoras, mas também ficam sozinhos às vezes permitindo que elas passeiem, tenham sua vida própria, muitos amigos.

Será que vocês adivinharam que os cinqüenta personagens do texto são GATOS? Pois é, são 50 gatos sim. Tratados e cuidados pelas nossas três senhoras bonitas e alegres que abrem nossa matéria.

Elas têm muitas e muitas histórias sobre seus bichos, histórias que eu vou tentar resgatar. Me aguardem.

4 comentários:

Inês disse...

Oi, Dna. Neuza

Li alguns escritos do seu blog e gostei muito. Eles mostram nitidamente o relato de sua vida e a alegria encontrada nas atividades do dia a dia. Parabéns, pois na verdade acho que cada um de nós deveria viver a vida assim.

Quanto ao texto do qual faço parte, gostei, mas lhe peço que a nossa foto seja tirada, pois sei como a informação na internet anda a passos largos e por lugares inesperados. Aqui em nossa cidade somos muito conhecidas e se muitos tiverem conhecimento do quanto temos pena dos bichinhos abandonados, certamente nossa casa vai virar um depósito certeiro por aqueles que querem se livrar dos seus gatos ou de outros bichinhos de "estimação" e sem terem de carregar a culpa do abandono e assim jogam a responsabilidade para outros. Já tivemos muita experiência dessa natureza e é muito difícil lidar com isto. Abraços e até....

Inês

Bruno Taumaturgo disse...

Ah, gostei do suspense.
Vou acompanhar a historias, claro, se publica-las.

Sabe que seu blog é o mais formidável de todos?
Pois é sim. Adoro esse blog, sinto prazer em lê-lo. E olhe que isso é difícil.

Abraço

Eliana Gerânio Honório disse...

Querida

Tem uma lembrancinha para você
lá no Espaço Mensaleiro.

Um beijão!

ney - paraíso duvidoso disse...

Credo! Não consigo imaginar tants gatos. QUe as cuidadoras tenham muito amor rpa dar aos bichanos. Beijão, Neuza. Tô aguardando o material sobre Sampa, viu?