quinta-feira, 26 de julho de 2012

MUSICA INDIANA ATRAVÉS DE HARIPRASAD CHAURASIA E SEU GRUPO


Teatro Gazeta, dia 17 de julho de 2012, uma noite chuvosa e fria na cidade de São Paulo. Teatro lotado de indianos, descendentes de indianos e não indianos. Todos enfrentaram o frio e a chuva para ouvir um grande musico instrumentista, Hariprasad Chaurasia que trazia a cultura indiana sob forma de música até a cidade.

Sensibilizou-me mesmo ver entre seus pais, um bebê, Amuk (?) de três meses de idade, dormindo placidamente ao som da música que certamente já estava inscrita no seu DNA. O pai naturalmente quis que o filho desde a mais tenra idade acostumasse os ouvidos com os sons de suas raízes.
Eis Amuk (?) que mereceu uma foto para seu álbum futuro.

 Mas, quem é HARIPRASAD CHAURASIA?
É um músico clássico hindustani **, compositor e tocador de bansuri

Pandit* Hariprasad Chaurasia nasceu em 1938 na cidade de Allahabad, estado de Uttar. A cidade fica na confluência dos rios Ganges e Yamuna, ao Norte da Índia.
Sem tradição de músicos na família, Chaurasia é filho de um lutador profissional. O pai acreditava que ele seguiria seus passos, mas a paixão pela música surgiu cedo e, aos 15 anos, foi estudar música vocal. Aos 19, passou a trabalhar na rádio All India, onde pôde aperfeiçoar seu desempenho, sem deixar os estudos de lado. Sua trajetória artística continuou sempre.
Considerado uma rara combinação de inovador e tradicionalista. Ampliou as potencialidades expressivas do bansuri através de sua técnica magistral de sopro. Alem da música clássica, ele deixa sua marca como diretor de filmes indianos. Atuou pelo mundo em performances ganhando elogios de publico e músicos variados incluindo Yehudii Menuhin (violinista) e Jean Pierre Rampal (flautista).
É casado com Anuradha (vocalista clássica) com quem tem um filho Rajiv.    Do primeiro casamento tem dois filhos Ajay e Vinay.

*Pandit - um estudioso, um professor, em especial um profundo conhecedor do Sanscrito, da lei, da música e das filosofias indus.  Em uma tradução livre, um “expert.” Tratamento honorifico a especialistas, especialmente na música clássica indiana. Sempre com letra maiúscula precede o nome da pessoa.

**Hindustani – língua do Norte da índia a partir da qual os idiomas-padrão híndi e urdu se desenvolveram.

Este é  Hariprasad Chaurasia e o Bansuri


 Bansuri – é uma flauta transversa feita na Índia com um simples tubo de bambu com seis orifícios. Um instrumento antigo, ligado às tradições pastoris e intimamente ligado com a história de amor de Krisna e Radha e tocado  em festas hindus desde mais ou menos 100AC. Considerado um instrumento divino. Tornou-se mundialmente conhecido no mundo pela brilhante interpretação de Hariprasad Chaurasia

O grupo liderado por Hariprasad  se compunha de:
Ms Debopriya Ranadive –tocando o  segundo bansuri

Mr Samar Saha tocando tabla
Tabla é um instrumento musical de percussão, muito usado na Índia, normalmente em músicas devocionais ou meditativas, tão comum quanto o pandeiro no Brasil. Este instrumento é dividido em dois tambores, um agudo chamado daya e um grave chamado baya.



Ms Aura Rascon na tambura (ou  tampura)
A Tambura também conhecida como Tampura e Tampuri é um instrumento musical de origem indiana,  composto por cordas dedilhadas e braço sem trastos, que costuma acompanhar a música vocal, emitindo um bordão para sustentar a tonalidade nos silêncios.

.
No final do concerto, a simpática lembrancinha tipicamente indiana os Gulab Jamun  os bolinhos de leite com água de rosas.




Para a receita acesse o link
http://allrecipes.com.br/receita/2016/gulab-jamun--bolinhos-de-leite-com--gua-de-rosas-.asp










4 comentários:

Isa disse...

Muito interessante mesmo

Isa disse...

Realmente muito interessante!

Isa disse...

Realmente muito interessante!

Isa disse...

Nossa! Eu pensei que os comentarios tinham dado erro e acabei comentando 3 vezes, desculpe.