sábado, 31 de agosto de 2013

O PREÇO DO PROGRESSO

Quando Joaquim Eugênio de Lima, idealizador e construtor da Avenidapaulista doou o terreno do Trianon para a Prefeitura  e posteriormente para a construção do MASP o fez com a condição de que a vista parao centro da cidade fosse preservada através do vale da Avenida Nove de Julho.
Era assim:
vista do centro a partir do terraço do Trianon  antes de 1950
Embora Lina Bo Bardi tenha preservado a vista através do vão livre do MASP, as múltiplas construções acabaram totalmente com a vista.

Vejam como está agora. 



É o preço do progresso.  Visões espaciais cada vez menores. 





Um comentário:

marcita disse...

Nossa! Quem diria... Quem conhece agora jamais vai pensar em como foi um dia... Muito bacana esse resgate.