quinta-feira, 27 de novembro de 2014

A ARTE CONTEMPORÂNEA REALISTA DE RON MUECK

Suas obras estão expostas na Pinacoteca da cidade neste novembro de 2014. É a vedete das artes plásticas pela monumentalidade de suas obras, pelo hiper-realismo de suas fisionomias. Vale a pena serem vistas
Mas, eu acompanho a trajetória de Ron Mueck há muitos anos, desde as primeiras que me impressionaram mesmo. A “Mulher Grávida “com sua expressão de cansaço, ansiedade, medo, passa uma emoção de maternidade aguardada como eu nunca tinha visto. O Big Man é o retrato de uma solidão.
E por ai vai.
Nesta mostra estarão obras mais recentes, igualmente diferentes e importantes e infelizmente aquelas não estarão aqui. E dificilmente podemos ver a facilidade com que Ron Mueck passa da forma gigantesca (Big Man, Boy) para a miniatura (Pai morto).
Essa foi a razão que me levou a montar este texto e tornar possível de uma vez tomar conhecimento da maioria das obras desse australiano  que não é ainda famoso como um Michelangelo, Da Vinci ou.......mas,    certamente ficará para a posteridade.

RON MUECK nasceu em Melbourne em 1958.  É um escultor contemporâneo australiano hiper-realista.  Cresceu vendo seus pais construírem brinquedos. Sua mãe fazia bonecos de pano e seu pai brinquedos e marionetes. No início de carreira, foi fabricante de marionetes e modelos para a televisão e filmes infantis,
A sua entrada na cena artística foi um verdadeiro escândalo! Uma das primeiras obras que apresentou foi uma escultura do seu pai, recentemente falecido, todo nu. Plena de realismo, a escultura tinha outra característica ainda mais chocante: tinha 1/3 do seu tamanho. Que ideia macabra era aquela? Longe de ser escandalosa, tratou-se de um sentido ato de amor.      Os cabelos são do próprio Ron   

       

Dead Dad – 1996 -97 –representa o pai do artista nu, deitado no chão, reduzido a 2/3 do seu tamanho natural (pouco mais de meio metro).
A cor, a textura, as imperfeições da pele, as rugas, detalhes das unhas, sobrancelhas, cabelos que Mueck utiliza seu próprio cabelo. É um marco na história da escultura moderna e contemporânea.


Boy – 4,90mx4,90mx2,50m- detalhe do pé

O artista é extremamente perfeccionista, e os detalhes estão todos presentes, desde rugas na testa, músculos mais rígidos, cabelos, tudo é muito bem retratado com base em estudos minuciosos sobre a anatomia humana.
 Uma das enormes virtudes das obras de Ron Mueck: a fragilidade dos seres humanos apresentada de um modo cru, não seres humanos perfeitos mas precisamente o contrário. É essa qualidade que as torna reais mas também profundamente emotivas, tocantes até, a que a escala monumental ou diminuta das figuras acrescenta uma estranheza inquietante. Encarnam afinal a dualidade do ser humano.  Mueck prestigia o nu, a presença física, robustez
Em suas obras Ron utiliza resina, fibra de vidro, silicone, A escultura começa com um monte de argila que vai sendo moldada manualmente. Uma vez feito o molde ele é recoberto por camadas sucessivas de silicone semitransparente a última das quais é uma camada cor de marfim, que dá coloração à pele de todas as esculturas. As esculturas ganham textura parecida com gente de verdade pela penetração da luz nessas camadas de plástico.  A luz atravessa essas camadas e é refletida de volta o que causa um efeito especial.  Os olhos têm a íris pintadas à mão e recoberta com uma esfera de vidro ou resina transparente fazendo as vezes da córnea.
Os cabelos e pelos sãos colocados um a um Depois de cabelos e os olhos implantados, a peça recebe roupas e acessórios.
As esculturas recebem um esqueleto de madeira ou metal para ficar em pé.

Imagens de algumas obras (as mais significativas)  - saiba mais procurando no Google imagens
        
 Pinochio – 1996 
     
                                  



GHOST– (fantasma) Adolescente de 2,10m de altura com expressão de como é difícil conviver com tal corpo: braços e pernas compridos demais, incômodos. Negação do próprio corpo -  1998



   Big Man – (2000)- 2,40m de altura – sentado no chão, encostado na parede,perdido em si mesmo, isolado de tudo e de todos.  Retrato de uma depressão     


               Mulher grávida  (2002) , 2,52m  - detalhe  de expressão – cansaço, ansiedade, medo





     
                        
                                               Nascimento em dois ângulos diferentes.


Recém nascido          


 Homem selvagem

Jovem Casal (2005)



            
                                                                      Na cama


     
                  O casal de velhinhos gigantes (quatro metros de altura) sob um guarda sol é composta de oito partes que precisam ser montadas.  

Mulher com as compras


Mulher com galhos

Mulher em pé

Máscara do artista




  Galinha gigante pronta para o consumo

Detalhe da galinha gigante


...E MUITAS OUTRAS MAIS


              











   

3 comentários:

Anônimo disse...

Assistindo vc no programa Hoje em dia me apaixonei "Mauricio", os seus textos me fizeram gostar ainda mais, pois vc nos da dicas de lugares para uma visita, parabéns e contnue com a sua vivacidade e muitos bjussss, o perfil ta anonimo mais me identifiquei no começo do texto !!! E mais um bjo Vovó !!!

Anônimo disse...

Muito bom vovó Neuza.muito lindinha voçe rsrs parabéns!!

Baêta Alves disse...

Olá vovó neusa,eu lhe vi no programa hoje em dia.você esta muito bem.continue assim.Eu sou técnico de enfermagem e especialista em gerontologia e geriatria.e amo a minha profissão.sucesso!!!