sábado, 22 de março de 2008

O MUSEU DO THEATRO MUNICIPAL

São Paulo tem muitos “cantos” cheios de charme e quase desconhecidos. Você é capaz de passar “n” vezes em frente e não se dar conta de que ele está lá te aguardando para te envolver em um mundo de informações que no mínimo aumentam sua cultura.

Para os mais idosos que andavam pelo Vale do Anhangabaú despreocupados de assédios e assaltos, os baixos do Viaduto do Chá, no lado perto do Municipal, era caminho diário. Alguns iam almoçar na Liga das Senhoras Católicas e depois namoravam nos jardins porque no salão de refeições homens eram separados de mulheres. Mas os jardins não eram tão bem cuidados como hoje porque agora, uma grande Empresa cuida o que pode ser considerado o “jardim de sua casa”.

Então, voltem a esse espaço. Desçam as escadas do lado direito (ficando de frente para o Vale e para o edifício Sampaio Moreira) e darão de frente com o Museu do Theatro Municipal, um desses “cantos” que eu citei.

Vamos falar dele, transcrevendo o que está no folder de poucos pegam e pouquíssimos lêem.

O Museu do Theatro Municipal foi criado em 1968, mas, somente em 1983 teve sua regulamentação, vinculando-o à Divisão de Iconografia e Museus/Departamento do Patrimônio Histórico., responsável pelos acervos museológicos municipais.

Nessa ocasião, sua coleção passou a ocupar três salas do Theatro Municipal, enquanto as exposições aconteciam no saguão e no Salão Nobre do próprio Theatro. Em 1985, devido à realização das obras de restauro do Theatro Municipal, o Museu foi transferido, em caráter provisório, para o Edifício Martinelli. No entanto, essa situação perdurou por alguns anos. Procurando localizar o MTM novamente em espaço próximo ao Theatro Municipal, o DPH (Departamento do Patrimônio Histórico) desenvolveu projeto de reciclagem para área existente nos baixos do Viaduto do Chá, para onde foi transferido em outubro de 1995.

O Museu tem o objetivo de guardar, preservar e divulgar os acervos que registram as atividades artísticas que o Theatro desenvolveu desde sua inauguração em setembro de 1911.

Entrada grátis, de terça a domingo das 9 às 17h.
Baixos do Viaduto do Chá
Tel. 3241-3815”

E quantas lembranças serão resgatadas das belas óperas, dos dançarinos famosos, das orquestras enchendo o teatro com sua musica. E se lembrarão também do tempo em que só entrava quem estivesse muito bem vestido e os homens com paletó e gravata. Alguns funcionários dispunham de gravatas para emprestar ou alugar para que visitante não perdesse a viagem.

Vá lá!!!! Você não vai se arrepender. Quem sabe nos encontramos por lá.

Nenhum comentário: